Laudo Anatomopatológico



Qual o significado do Laudo Anatomopatológico

Após observar a macroscopia a olho nu, colher fragmentos das áreas mais importantes e observar a imagem microscópica destes fragmentos, o médico anátomo-patologista elabora o LAUDO ANATOMOPATOLÓGICO para o caso, o qual constará de uma descrição macro e microscópica e um diagnóstico. O exame macroscópico ainda inclui um relatório das características macroscópicas, que orientará a seleção de fragmentos representativos das lesões identificadas, das margens de ressecção ou de zonas necessárias ao estudo microscópico subseqüente. Todo este material é processado para que possa ser realizado o estudo microscópico. Este estudo é feito através da confecção de lâminas histológicas que serão coradas para facilitar a sua visualização ao microscópio óptico.
Além da coloração rotineira pelo método da Hematoxilina-Eosina, colorações especiais poderão ser requeridas, assim como investigações imuno-histoquímicas e biomoleculares.
O diagnóstico é uma análise interpretativa com aspectos subjetivos, sendo conseqüência da correlação de dados clínicos, laboratoriais e morfológicos. Os diagnósticos podem variar na dependência do patologista examinador, das informações contidas na requisição do exame, do emprego das técnicas especiais citadas anteriormente e da evolução dos conhecimentos científicos. Qualquer discordância frente ao laudo deverá ser imediatamente comunicada, postergando-se medidas terapêuticas até que o caso seja revisado, pois a sensibilidade e a especificidade do método podem não ser absolutas, requerendo nova investigação.



MAPA DO SITE